quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Só mais uma -


Naufrago Em Mim –

Téo Malvine –

. Uma lágrima minha pesa toneladas, ela cai com dificuldade, é liguenta e viscosa. Uma lágrima minha é coisa rara, quase não se deixa derramar e carrega milhões de mágoas sozinha. Uma só lágrima minha que cai é uma lágrima derrotada, é uma lágrima entre muitas que não agüentou lutar pelo seu orgulho, que não agüentou a tristeza de me ver doer, de me ouvir lamentar. Minhas lágrimas são minha família, eu morreria por uma só delas.

. Mas eu choro sim, eu choro pra dentro, quando ta doendo eu choro... Pra dentro, por dentro. E minha alma encharcada reclama da chuva que não pára, procura insistente a descarga e chora comigo cada vez que essa lágrima, sem explicação nenhuma, desaba. Sim, eu estou alagado por dentro e naufrago cada vez que navego nos mares dos meus sentimentos, sou péssimo marujo, confesso, e navego sem tripulação, mas navego sem preocupação... Por aqui.

9 comentários:

analeite disse...

Pára de chorar Malvine. Se bem que as vezes é bom. Mas, tu so merece chorar por alegrias. Tu nem merece ficar triste =)

Heitor Cardoso disse...

Calem-se, bocas
que falam e falam
com falsa permissao,
embasamento,
e avidez de conhecimento.
Choremos juntos,
choremos calados,
cada um no seu canto
mas um do outro acompanhado.



Eu te admiro um monte, e tu saca isso. É do meu jeito chato e cheio de impertinencia, mas é um jeito. As vezes tudo, as vezes nada, as vezes tudo ou nada, as vezes cinquenta por cento. As vezes a todo momento, as vezes nunca.. como tudo na vida nao é sempre.
As vezes de bem com a vida, as vezes de mal humor, as vezes sem saida.. as vezes seja como for. Nao é sempre. Como tudo na vida, nunca é sempre.

TéoMalvine. disse...

"Liberdade de expressão! Deixa eu falar, filho da puta...
EX - PRE - SSÃO!"

Morgana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Br0t0 disse...

nem todo poeta necessita ser triste pra escrever palavra melancólicas... mas necessita ser sentimentalista, no sentido real da palavra!!!

O Espelho de Eva disse...

Não gosto que os outros me vejam chorar, quando sei que o farão sou rápida e má: os faço chorar primeiro.

Ah, quero minhas passagens para a Europa. Hahahahahas

Tiago Máci disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiago Máci disse...

"Chora, disfarça e chora
Aproveita a voz do lamento
Que já vem a aurora
A pessoa que tanto queria
Antes mesmo de raiar o dia
Deixou o ensaio por outra
Oh! triste senhora
Disfarça e chora
Todo o pranto tem hora
E eu vejo seu pranto cair
No momento mais certo
Olhar, gostar só de longe
Não faz ninguém chegar perto
E o seu pranto oh! Triste senhora
Vai molhar o deserto
Disfarça e chora" - Cartola

Chora "veiu" chora mais!! e como disse o poeta: "poema e arte do espanto"

Ana Carla Martins disse...

Meu querido aluno Teo, n sabia desse seu lado poeta, rsrs. Estou gostando muito dos seus escritos. Conhecer um pouquinho do seu mundo particular me deixa muito alegre. Por isso que eu falei em uma das aulas, n sei se lembras - é muito pouco tempo que tenho para avaliá-los, seria injusto atribuir notas abaixo da média para uma turma que pode me oferecer muito mais...minha intuição não falha, hehe. Menino despojado, aparentemente meio preguiçoso, vive cochilando na aula, mas que tem muito pra contribuir sim. Gostei!